Serviço Experimental de CIrcuitos aPrOvisionados dinamicamente (SE-CIPÓ)

Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Relatório de Fechamento 2012

Implantação dos PoDs

Operacionais

POD

Comentários

PoP-SC/REMEP-FLN

Está com certificado expirado e precisa atualizar

PoP-SP

Verificar monitoramento

PoP-ES

 

PoP-RS

 

Pendentes

POD

Comentários

PoP-PA

Problemas de conectividade e falta de energia, além de ter pendência com o monitoramento

Metrobel

Será implantado como um ponto do PoP-PA

UFSC

Somente fisicamente conectados – demandar do técnico da universidade

UFRGS

Problemas com a interconexão entre PoP-RS e UFRGS, dado que equipamentos não tem suporte Q-in-Q – agora estão usando um GBIC emprestado da ESR (negociar um SFP para conectar a UFRGS). Última milha para Campus do Vale só tem 100M compartilhados com toda a UFRGS, não tem GbE.

USP

Falta certificado para peering com PoP-SP

PoP-RJ

Dificuldades OSCARS e terminar monitoramento

PoP-GO

Iniciada instalação, mas com dificuldades na documentação da VM do VLSR e NARB, além da VM ser diferente da documentação; enviaram o certificado para assinatura

PoP-BA

Processo de instalação iniciado, mas não terminado

UECE

Aguarda lançamento de fibra para laboratório

PoP-CE

Necessita de um rack para abrigar os equipamentos

UFRJ/LAND

Tem um corte de fibra da UFRJ para a Rede GIGA não permite o teste do POD

UFPA

Iniciada implantação, vão enviar certificado para assinar

UFBA

Não iniciado

Peerings

Parceiro

Comentários

SPIDER / CPqD / GIGA

Feita interconexão física, verificando detalhes de implantação

GÉANT

Reuniões realizadas com RNP P&D e RedCLARA. Tom Fryer (Dante) ficou de levantar disponibilidade da RedCLARA para implementar peering entre RNP e o BoD da GÉANT. Aguardando resposta da RedCLARA.

Internet2

Peering funciona sob demanda, por falta de definição / solução de TS. Funcionou para demo da USP (ProtoGENI) - Out 2012.

ESnet

Pendente retorno da ENG da ESnet sobre disponibilidade de interface GbE em PoP para fechar o peering.

Resultados alcançados

Uma avaliação das metas alcançadas mostrou que o projeto em 2012 alcançou:

  • Melhoramento dos produtos desenvolvidos e na forma de entrega para o usuário final
  • Houve progresso nas instalações do serviço
  • Foi implantado um laboratório SE-CIPÓ na UNIRIO, usado na capacitação do SCI em 2012, tendo como pendência a revisão da política de segurança, atualização de memória nos equipamentos e definir procedimentos de uso
  • Foram realizadas as capacitações propostas:
    • Engenharia e Operações RNP – Setembro 2012
    • SCI 2012 – Outubro 2012
  • Foram realizadas as seguintes demonstrações:
    • WRNP 2012 – Abril 2012
    • Equipe técnica da ESNet – Agosto 2012
    • Demonstração ProtoGENI – Circuito USP > Univ. Utah (Slice Around the World) – Outubro 2012

Relacionado ao desenvolvimento, os objetivos atingidos foram:

OSCARS

  • Os testes para atualização para o OSCARS v0.6 demonstraram necessidade de 8 GB de RAM para atualizar (testes foram realizados com servidor emprestado do FIBRE) – uma vez aumentada a memória nos servidores, pode-se pensar em atualizar para a versão 0.6;
  • OSCARS ainda não tem suporte ao NSI;
  • QoS no Backbone p/ Cipó - aguardando PoP-RJ implantar, sendo que não progrediu dada a demanda de demonstração com EUA e discussões com a Eng./Oper. da RNP sobre prioridades de filas QoS no backbone.

Monitoramento

  • Empacotamento da solução de monitoramento em forma de VM;
  • Solução de monitoramento da infraestrutura e serviço;
  • Realizado ajustes para monitoramento no backbone;
  • Testes do monitoramento interdomínio;
  • Manutenção da infraestrutura central do perfSONAR;
  • Suporte à integração com o Weathermap.

DCN Weathermap

  • Refatoramento do código;
  • Renderização dos RRDs;
  • Diagramas de reservas e estatísticas empilhadas por nó (limitados a circuitos ativos).

MEICAN

  • Suporte ao OSCARS v0.6 através de parceria com ESNet e bridge em java;
  • Aprimoramentos da GUI;
  • Suporte a múltiplos browsers (Chrome, Firefox, Safari);
  • Bugtracking integrado via backend;
  • Suporte a caminhos secundários (alternativos) com opção de suporte à seleção de pontos intermediários;
  • Editor de workflows;
  • Opção para copiar e colar endpoints;
  • Acesso MEICAN via SSL;
  • E acompanhamento dos feedbacks.

Suporte ao Usuário

  • Foi dado suporte ao wiki, sendo que foi adotado o uso de tickets para atualização do conteúdo;
  • Realizado redirecionamento de tickets em filas.

Nelson (D.G. RNP) tem expectativa que o Cipó deverá ser self-service (usuários finais poderão fazer solicitações).

Oportunidades de Desenvolvimento

As seguintes oportunidades de desenvolvimento identificadas foram relacionadas a integração das interfaces das ferramentas. No que tange cada grupo, sugeriu-se:

MEICAN

  • Implementar testes automatizados;
  • Diferentes visões de redes e dispositivos (ESnet);
  • Implementar waypoint;
  • Automatizar importação de topologia;
  • Troca de topologia entre MEICANs;
  • Possibilidade de usar o NSI;
  • Suporte a múltiplos domínios MEICAN com ToPs diferentes.

OSCARS

  • QoS no backbone
  • Realização dos peerings com PoPs homologados
  • Roteiro para homologação
  • Apoio a peerings internacionais (Internet2, ESnet, GÉANT, RedCLARA)
  • Apoio nas especificações para o NOC

DCN Weathermap

  • Finalizar pendências de implementação e integrar em ambiente de produção

MonCircuitos

  • Integrar com as outras ferramentas
  • Implementar automações
  • Manutenção corretiva

Suporte ao usuário

  • Suporte a usuários de VLSR e NARB
  • Documentação do VLSR e NARB
  • Apoio na especificação da homologação dos PoPs

Sugestões para 2013

Dado o direcionador estratégico da RNP para 2013, o objetivo principal do projeto Cipó em 2013 é colocar o serviço em produção.

Algumas propostas de ação para 2013 foram definidas:

  • O foco do projeto deve ser em operação do serviço
  • Observou-se a necessidade de coordenação centralizada e equipe dedicada para esta atividade
  • Maiores demandas de usuários: possíveis demandas do “CNPEM” (antigo LNLS)
  • Em termos de implantação, ter 6 PoPs homologados (SP, RJ, GO (GT-ATER), SC, PA, RS) e ter 5 Instituições Usuárias operacionais no serviço (USP, UFG, UFSC, UFRGS, UFPA)
  • Realizar chamada para casos de uso de usuários das instituições participantes do Cipó
  • Implementar e operacionalizar o NOC
  • Convidar projetos, tais como LIneA e CENAPAD, a serem usuários do Cipó
  • Definir as Políticas do Serviço (Uso, Segurança, etc.) definidas e implementadas
  • Definir o Modelo Operacional (melhoria da qualidade operacional através de coordenação centralizada e equipe dedicada para operação global)
  • Demonstração e/ou capacitação no evento TIP 2013, WRNP 2013, Forum RNP, SCI 2013 e GT-ER
  • Operação e monitoramento da fase Experimental
  • Modelagem, transição e operacionalização para produção
  • Interação com Serviços (DAGSER) e Eng. e Operações (DAERO) para desenvolver modelo do serviço Cipó
  • Viabilizar a capacitação através de recursos online (webconf etc.)
  • Disseminação sobre o SE-CIPO através de vídeos online
  • Homologação da infra em cada PoP através de plano de testes de homologação
  • Criação do NOC (monitoramento, homologação, acesso aos componentes de forma centralizada e outras estruturas)
  • Disponibilizar acesso a todos os componentes (Backbone e PoPs) para resolução de problemas
  • Acesso a logs de todos os OSCARS a partir de ponto central – possivelmente através de  implementação de consultas via web
  • Integração do monitoramento (monitoramento hierárquico centralizado, abertura automática de tickets e scripts para troubleshooting básico)
  • Desenvolvimento de manuais para troubleshooting
  • Definir QoS na Rede IPÊ
  • Testes automatizados via MEICAN
  • Refinar o procedimento de certificados
  • Melhorar procedimentos de atualizações
  • Melhorar automação
  • Analisar viabilidade de gerar publicação sobre DCN via ESR
  • Incluir o Cipó na agenda dos Workshops dos PoPs
  • Vídeo/Webcast de demonstração do serviço
  • Propor capacitação durante o SCI 2013
  • Definir as licenças e registrar os softwares desenvolvidos
  • Contratar equipe para assumir a Documentação do Cipó
  • No labels