Colaboracao Blog

A RNP finalizou a entrega do Multipresença em duas unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) ­- uma sala de conferência na Embrapa Agrobiologia (CNPAB), em Seropédica, no Rio de Janeiro e um auditório na Embrapa Sede, em Brasília. A ação faz parte do plano de trabalho contratualizado por meio do 12º Termo Aditivo ao Contrato de Gestão e foi executada pela Diretoria Adjunta de Gestão de Soluções (DAGSol) em parceria com a Diretoria de Pesquisa & Desenvolvimento (DPD).

Mais...

Interessado em uma experência concreta e bem sucedida?

Leia mais sobre a importância da Colaboração Audiovisual na Rede Universitária de Telemedicina – RUTE e o impacto da Homologação de Ambientes de Videocolaboração para grupos em:


Lopes, P. R. D. L., Brito, T. D. L. V., & Messina, L. A. (2014). A Colaboração Audiovisual na Rede Universitária de Telemedicina – RUTE. In Conference I Workshop O Futuro da Videocolaboração - 2014, At João Pessoa, PB, Bras.

Recomendações para videocolaboração na RNP

A RNP disponibiliza uma coleção de documentos que deve orientar o responsável técnico das instituições interessadas em videocolaboração desde o momento da montagem das salas, passando pela homologação, considerando a comunidade a que pertence, até um roteiro de boas práticas para realização de grandes reuniões.

Arquivo
Descrição
A - Guia para montagem de salas fixas de videocolaboração v1.1.pdfApresenta a orientação para a montagem de uma sala fixa de videocolaboração.
B1 - Roteiro de homologação para videocolaboração - Critérios de rede v1.2.pdf

Apresenta a orientação para a homologação de uma sala fixa de videocolaboração de uso coletivo, de acordo com parâmetros de rede.

B2 - Roteiro de homologação para videocolaboração - Critérios complementares v1.2.pdf

Apresenta os padrões exigidos pela comunidade de saúde, partindo da experiência da Rede Colaborativa de Ensino e Pesquisa da Rede Universitária de Telemedicina – RUTE, e aplicáveis a NUTRISSAN, RETSUS, etc

C - Guia para realização de reuniões por videocolaboração v1.1.pdf

Apresenta a orientação para melhorar a qualidade e a produtividade na realização de reuniões por videocolaboração com grande número de participantes

Evolução da documentação

Nós, na RNP, estamos procurando manter esse material atualizado e adequado aos nossos clientes.
Se você encontrou algum problema ou tem alguma ideia de como melhorar esse material, por favor, deixe seu comentário.

Desde o dia 28/05, a sala Jatobá, da RNP de Brasília, recebeu equipamentos para realização de reuniões por videocolaboração.

Foi elaborado um espaço que possibilite ao usuário escolher qual solução utilizar em sua reunião.

O usuário poderá utilizar o RealPresence para discar até uma sala virtual da MCU da RNP ou acessar uma sala do serviço de conferência web (MConf).

Para montar a sala, foram utilizados os equipamentos abaixo:

  • Computador desktop padrão;
  • TV 42`;
  • Teclado e mouse sem fio;
  • Webcam Logitech C922 Pro Full HD;
  • Microfone e auto falante Jabra Speak 510.

Para utilizar o espaço, basta realizar o agendamento da sala em agendamento.rnp.br 

Envio abaixo algumas fotos dos equipamentos da sala.

Figura 1: Câmera Logitech C922 e microfone Jabra 510.

 

Figura 2: Reunião utilizando o serviço de conferência web.

Figura 3: Imagem exemplificando a captura da imagem a partir da câmera Logitech C922.

 

Os grupos que lidam com videocolaboração aqui na RNP são muito distintos. Pra facilitar, vamos deixar de lado nessa pergunta os desenvolvedores. de software.

Vamos considerar uma equipe, por exemplo, de uma instituição que possui algumas salas de videoconferência.

Quantas pessoas são necessárias para manter essa sala funcionando?
O que essas pessoas fazem?

Na sua instituição, você tem "a equipe ideal"?
E qual seria a situação ideal?

 

Deixe seu depoimento nos comentários.

 

 

A princípio, imagino que para termos um alicerce teórico completo, será necessário possuir conhecimentos das tecnologias envolvidas com a transmissão dessas informações.

Do ponto de vista de redes de computadores, indico esses aqui.

TecnologiaDescrição
TCP/IPConhecimento fundamental! Tecnologia de rede que serve como meio de transmissão para as aplicações de videocolaboração.
H.323Protocolo de comunicação sobre IP. Pressupõe utilização de equipamentos físicos ou equivalente em software.
SIPProtocolo de comunicação sobre IP. Pressupõe utilização de equipamentos físicos ou equivalente em software.
WebRTCProtocolo de comunicação sobre IP especialmente desenvolvido para uso em browsers.
RTP/RTCPProtocolo para transporte de áudio e vídeo sobre TCP.

Sei que esse é um conjunto de conhecimento limitado à área de redes.
Imagino que muito mais conhecimento seja útil... acústica, iluminação, e sabe-se lá o que mais.

 

E você? Que conhecimentos considera importante na formação de um profissional de videocolaboração?
Participe. Deixe seu comentário.

Tradicionalmente conhecido como videoconferência, é qualquer comunicação por vídeo e voz entre pessoas em locais diferentes. Pode incluir o compartilhamento de outros recursos como apresentações, textos colaborativos, bate-papo, enquetes, etc.

A necessidade de diferenciar videocolaboração de videoconferência se dá porque os profissionais tendem a utilizar novas ferramentas, originalmente desenhadas para uso pessoal, como se fossem terminais de videoconferência tradicionais, adaptando essas soluções para salas de reunião.

Dentre essas soluções, destacamos programas de computador como o RealPresence e serviços de conferência web, oferecido pela RNP com a ferramenta MConf.

As novas soluções são relativamente mais baratas e oferecem possibilidade de enriquecer uma reunião por videoconferência tradicional. Por outro lado, envolvem lidar com problemas como eco, ruídos e iluminação, que já haviam sido contornados pelos equipamentos tradicionais, normalmente, mais caros.

 

E você? Concorda?
Deixe seu comentário aí em baixo.

Oi pessoal, bom dia.

Passando por aqui para dizer que o espaço público para colaboração foi disponibilizado.

Agora só falta fazer conteúdo, deixar apresentável e divulgar. Não necessariamente nessa ordem.

Até a próxima,

AGR